sábado, 29 de agosto de 2015

CONSIDERAÇÕES





Taiasmin Ohnmacht
 
 
 
 
eu não sei o que faz uma mulher
creio ser uma
mesmo sem balagandãs
maquiagens
belos adereços
eu me preocupo com a sujeira em baixo das unhas
e com pelos em exagero
seria isso?
e a boceta?
não me venha com vagina
nem com vulva
única palavra feminina
boceta
parece indecente porque os homens
se apropriaram dela
parece indecente por ser cheia de desejo
é o seu sangrar mensal que me faz feminina?
é o seu latejo?
é por eu ser uma passagem para a vida?
não tenho uma marca inequívoca
o que existe hoje não existirá amanhã
o que é mulher em mim brinca
de esconde-esconde
talvez entre os seios
 

 


segunda-feira, 3 de agosto de 2015

JACK

 
 
 
Inspirada por um amigo Oldpunk
amante do Rock.
 
 
 
 
O teu negócio é arte suave
E o meu é rock pesado
Química leve
Não me serve
É Hard Rock
Baby
 
Na madrugada pinta telas
Tons pasteis
Meus tons são cruéis
Quebro o quarto
Guitarra, bateria e baixo
 
Não temo o asfalto
Não sou bicho
Para muros altos
Quero sereno e poeira
Pra gritar a noite inteira
Hard Rock
Baby
 
Sou fissurado na estrada
Comigo o tudo é nada
Tua história é apagada
Vou cair fora
Cantar sozinho o
Hard Rock
Baby